Vale a pena abrir um Dropinshipping?

Muita gente sonha em ter um negócio próprio, e o dropshipping parece ser uma solução simples e lucrativa.

Vejo isso o tempo todo no facebook, youtube e em outros blog.

A proposta do dropshipping é muito boa, vender produtos que você não tem em estoque,

  • Você não precisa se preocupar com a logística;
  • Baixo investimento para começar;
  • Ganhos rápido;

Imagine você fatura R$10.000 a R$20.000 por mês.

Com o dropshipping isso é possível, no entanto ao longo prazo vários problemas podem surgir.

Nesse artigo, eu vou mostrar a verdade que ninguém te conta sobre o dropshipping, suas vantagens e desvantagens, além das modalidade de dropshipping conhecidas.

O que é dropshipping e como funciona?

O dropshipping é um método de venda online no qual o comerciante não precisa manter produtos em estoque. Em vez disso, ele repassa o pedido para um fornecedor, que o envia ao cliente em seu nome.

Nesse processo, o você terá como lucro a diferença entre o preço final cobrado do comprador e o custo do fornecedor.

Assim, usando o dropshipping, o vendedor pode montar uma loja virtual e vender vários produtos sem tê-los em estoque.

Trabalhar com dropshipping oferece muitos benefícios, mais o maior deles é que você não precisar se preocupar com questões de inventário ou processamento de pedidos.

Além disso, a maioria dos clientes não sabe que você está fazendo dropshipping, já que o fornecedor faz os envios no nome da sua empresa.

Parece muito bom. No entanto, ao contrário da crença popular, o dropshipping não é uma maneira de enriquecimento rápido.

Muitos fazem o dropshipping parecer fácil – você vende produtos de outras pessoas e tira parte do lucro para si.

Mas quando você leva em conta todas as desvantagens, os obstáculos e o gerenciamento do dia a dia, esse método pode se mostrar problemático.

Continue lendo para descobrir se o dropshipping é para você.

O dropshipping internacional

dropshipping internacional

Essa é a modalidade mais conhecida pelos brasileiros. Você monta um e-commerce no Brasil e vende produtos de fornecedores estrangeiros, como GearBestAliExpress, DealExtreme, Banggood e outras lojas da China.

Utilizei esse método em 2014. Naquela época, o dropshipping era muito lucrativo, porque o conhecimento sobre importação da China era escasso,

  • Não havia taxa dos Correios,
  • o envio não demorava tanto
  • Os produtos raramente eram tributados.

Com o passar do tempo, me deparei com um grande problema: a parte fiscal do negócio.

A legislação brasileira, que não acompanha os avanços no mercado digital, via o dropshipping como algo ilegal.

Devido a isso, com o capital já adquirido, passei a vender produtos cujo estoque era de responsabilidade minha.

No entanto, hoje, um vendedor bem assessorado consegue legalizar o dropshipping através de brechas no sistema.

Eu não considero mais o dropshipping internacional viável a longo prazo, mas há quem diga que é. Cada um tem a sua opinião.

No meu ponto de vista, hoje já não é possível ter controle sobre o produto. E, nesse quesito, os Correios e a alfândega são os grandes vilões.

De vez enquanto, eu vejo videos no youtube de pessoas que venderam 10, 20 mil reais no primeiro mês de dropshipping, bem isso é verdade é possível vender tudo isso.

Mesmo assim, quem tenta implementar esse método no Brasil acaba desistindo nos três primeiros meses, isso se deve à enxurrada de reclamações e pedidos de reembolso.

Isso se deve ao grande números de amadores, todos faz a mesma coisa, muitos deles são preguiçosos e não se preocupa com a qualidade da loja, fotos, produtos, em oferecer um suporte ao cliente top, e muito acabam se frustrando e tendo sérios problemas.

Sistemas de pagamento

Talvez você não saiba, mas os sistemas de pagamento como PagSeguro, PayPal e Mercado Pago, trabalham como o método de avaliação, caso uma loja tenha muitas reclamações e pedidos de reembolso, elas podem bloquear a sua conta com todo o seu dinheiro.

Outro problema é que, devido à grande quantidade de reclamações, a reputação da sua loja cai rapidamente, levando-a à lista negra de e-commerces brasileiras.

Contudo, você pode evitar isso com um suporte de qualidade, colocar o máximo de informações possível sobre frete, troca, reembolso.

Eu indico o dropshipping internacional como validador de produtos, por exemplo fazer um anuncio no Facebook e testar se o produto tem uma boa demanda. Caso sim, você pode importar em quantidade para revender e ter seu próprio estoque.

Sua margem de lucro sera maior, você não terá tanto trabalho com suporte, você pode criar sua própria marca.

Você também pode, começa um negócio dropshipping apenas para levantar capital, e começar um novo negócio.

Portanto, se você pretende começar um negócio dropshipping, tenha em mente que não é um negócio para se manter a longo prazo.

Dropshipping nacional

Como eu disse acima, os maiores empecilhos para o dropshipping internacional é a alfândega e os Correios.

Devido a isso, alguns vendedores enxergaram a possibilidade de fazer dropshipping nacional com produtos que já estão no Brasil.

Essa modalidade anula várias desvantagens do dropshipping internacional. Apesar de gerar outras, elas podem ser mais facilmente contornadas com uma estratégia bem elaborada.

No dropshipping nacional, a maior dificuldade é encontrar bons fornecedores. Os revendedores nacionais normalmente são pequenos, o que leva a pequenos erros como envio do produto errado, falta de estoque, mais com o bom relacionamento isso pode ser facilmente resolvido.

Outra dificuldade do dropshipping nacional é a questão do frete. Como o seu e-commerce contará com produtos de vários fornecedores, você terá dificuldade com o frete quando um cliente comprar produtos de fornecedores diferentes.

Já que cada fornecedor pode estar em um estado diferente, algumas lojas optam por padronizar o frete para cada região do país, prática bem comum no Mercado Livre.

No quesito fiscal, como os produto já estão no Brasil, fica bem mais fácil legalizar o negócio.

Se você pretende montar um negócio de dropshipping nacional, seu sucesso ou insucesso vai depender da escolha do fornecedor.

Conheço varias pessoas que fatura R$10.000 por mês só fazendo dropshipping Nacional no Mercado livre.

Isso não é difícil, o mais problemático é convencer o fornecedor a trabalhar por esse método.

Fornecedores dropshipping Nacional

Encontrar fornecedores e distribuidores é muito fácil: basta digitar no Google “fornecedores de roupas” ou “distribuidores de… (e o tipo de produto que você pretende vender)”.

Agora, nem todos os distribuidores nacionais trabalham com dropshipping.

É aí que vem a maior dificuldade de entrar nesse mercado. Tenho amigos que localizam um fornecedor no Google e falam diretamente com um representante pelo telefone para tentar fechar um acordo.

Se você tem intertece em saber mais sobre o dropshipping nacional, recomendo assistir o video abaixo.

Vale a pena abrir um Dropinshipping? 1

Não compre “listas de fornecedores dropshipping confiáveis”!

Hoje em dia, ainda vejo pessoas vendendo curso de dropshipping e prometendo fornecer uma lista de fornecedores confiáveis.

Muito cuidado com isso! Em 90% dos casos, essas listas são de fornecedores antigos, selecionados aleatoriamente e que de confiáveis não têm nada.

Sei disso porque observo de perto. Chego até a comprar alguns desses cursos online sobre importação e dropshipping, só para ver se oferecem alguma informação nova, mas na maioria das vezes é tudo a mesma coisa.

Esqueça as “listas de fornecedores confiáveis”. Encontrar fornecedores não é um bicho de sete cabeças, é mais simples do que parece.

Encontrar bons fornecedores de dropshipping é o ponto-chave para o sucesso de um negócio.

Isso porque, como você não trabalha com estoque, será deles toda a responsabilidade do fornecimento dos seus produtos.

O dropshipping internacional no EUA

dropshipping internacional

Outro método de dropshipping internacional, pouco falado no Brasil, é fazer dropshipping nos EUA. Esse método consiste em vender produtos para o mercado americano.

Ao contrário do Brasil, nos EUA, existem grandes distribuidores que trabalham com dropshipping. As empresas de frete são eficazes e raramente há extravio ou danos ao produto.

Há um cuidado especial com as encomendas.

Além disso, é possível importar de outros países. A alfândega americana é muito rápida. Os produtos costumam chegar em até 15 dias úteis, sem contar que a isenção de impostos de importação que é de US$2500.

Isso mostra o porquê de o dropshipping tem crescido tanto nos Estados Unidos.

Nessa modalidade, o maior empecilho, para nós brasileiros, é que é preciso dispor de um bom capital inicial, já que você deve ter dinheiro em dólar para pagar aos fornecedores e pelo aluguel de uma loja virtual na Shopify.

No início do negócio, você terá mais despesas com as taxas de conversão de real para dólar, então um cartão pré-pago é essencial nesse momento.

Conforme você for lucrando, poderá mudar para uma conta Payoneer, que oferece um número de conta bancária e um cartão de crédito pré-pago vinculado à conta.

Com esse cartão, você pode pagar aos seus fornecedores e sacar o dinheiro, já convertido para real, em caixas 24h.

Além disso, é possível receber dinheiro de bancos americanos por transferência bancária e retirar fundos para o seu banco brasileiro.

Há algumas taxas, mas elas são bem menores do que as taxas que os bancos cobram para receber dinheiro do exterior. Eu uso o Payoneer e na minha opinião vale muito a pena.

Outra barreira para esse método é o inglês. No entanto, é possível resolvê-lo parcialmente com o Google Tradutor. Agora, se você tiver conhecimento de inglês, vai ajudar muito.

No Brasil, não existe um curso específico que mostre como fazer o dropshipping internacional.

O que chega mais perto disso é o Vendedor online internacional, mas ele aborda outros métodos de venda.

Udemy também tem alguns cursos sobre o assunto. Os melhores estão em inglês, mas alguns já têm legenda em português.

Vale a pena montar um negócio de dropshipping?

Ao contrário do que dizem por aí, montar um negócio com dropshipping no Brasil requer algumas habilidades e também dinheiro.

A lógica do dropshipping é muito boa, mas as limitações que o Brasil impõe dificultam, e muito, esse tipo de negócio.

O processo é mais complicado quando se tenta fazer o dropshipping internacional: esse negócio está fadado ao fracasso ao longo prazo.

Já no dropshipping nacional, se você encontrar um bom fornecedor, com uma ótima logística, pode dar certo, vai depender das suas habilidades como empreendedor.

Não acredite em conversas sobre ganhar dinheiro rápido com pouco investimento.

Algumas pessoas cometem o erro de comprar um curso com o último dinheiro que têm e muitas vezes ainda parcelam em 12x no cartão. Essas pessoas já começaram errado.

Inicialmente, você precisará de dinheiro para comprar do fornecedor, já que plataformas como PayPal, PagSeguro e Mercado Pago retêm o dinheiro da venda por 15 a 30 dias para garantir a segurança do comprador, caso seja necessário reembolsá-lo.

Fora isso, você terá que gastar com o aluguel de uma loja virtual, que em média fica R$100 por mês.

Mas isso é o de menos, o que pesa mesmo é o marketing. Como a loja será nova, você terá que gastar em anúncios para direcionar tráfego para ela.

Isso ninguém fala.

No dropshipping americano, por sua vez, a maior barreira é o inglês. Diferente do Brasil, os Estados Unidos oferecem várias vantagens,

  • Como uma alfândega de qualidade,
  • Uma ótima isenção de impostos de importação
  • Fornecedores especializados em dropshippers,
  • Plataformas de marketplace que aceitam vendedores de dropshipping.

Como você pode ver, cada método tem suas vantagens e desvantagens. Se mesmo assim você quer iniciar um negócio de dropshipping, tenha um plano de negócio bem estruturado e estude bastante.

Conteúdos pagos servem para direcioná-lo ao caminho certo, mas não se limite a eles: estude outras fontes e crie suas próprias estratégias.

Este artigo tem como objetivo principal chamar a sua atenção para os problemas relacionados ao dropshipping, sobre os quais a maioria dos cursos e informações disponíveis na internet não alertam.

Nosso objetivo é o de ser um contraponto, mostrando os possíveis problemas desse método.

Não precisamos destacar as qualidades e as vantagens de usar o dropshipping, já que elas são evidentes e muito conhecidas. Precisamos levantar os problemas, já que estes são geralmente deixados de lado.

Qual foi a utilidade deste post?

Clique em uma estrela para classificá-la!

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar esta postagem.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.